24 novembro, 2008

Sergipe Del Rey:Semelhanças Entre os Espanhois e o Povo Sergipano.

Na ultima quinta-feira, 20 de novembro, ocorreu no segundo piso da livraria Escariz do Shopping Jardins o lançamento do livro "Os Espanhois em Sergipe Del Rey ",do professor e geógrafo Robervan Barbosa de Santana.

O livro, impresso em papel reciclável, aborda aspectos linguistícos, religiosos e genealógicos hispânicos presentes na cultura sergipana. Esses elementos podem ser explicados pelo período que o Brasil pertenceu oficialmente à Espanha.

A idéia do livro surgiu desde que Santana começou a perceber as semelhanças entre a "do sergipano" e o espanhol:"barrer",bassoura", "presgunta"- palavras da lingua hispânica, presentes no linguajar de alguns sergipanos." Essa maneira de falar é comum para algumas pessoas no interior ", explica o professor, "Outra semelhança é a mania de trocar o 'G' pelo 'X', em palavras como 'oxente' e 'vixe maria', algo comum ao galécio, língua falada na região hispânica da Galécia, de onde provém também o português que falamos", completa.

Tudo que diz respeito à cultura espanhola em Sergipe foi investigado cientificamente durante 7 anos "Mergulhei na história de Sergipe entre 1580 e 1640, época em que o territorio era de domínio espanhol. Foi nessa época, por exemplo, que surgiu a cidade de Estância, que em casteliano quer dizer 'fazenda de gado' e que tem como padroeira uma santa hispânica: Virgem de Guadalupe", comenta Santana.

"A obra é importante para a literatura sergipana porque pouco se aborda sobre o tema. "É interessante descobrir a origem da maneira particular de falar da nossa gente", opina uma das ex-alunas do professor, Soely Carvalho. O mais importante desta pesquisa é a contribuição para a historia do povo sergipano",completa o autor.

Ao som de músicas suaves como 'Palpite' e 'Sozinho', os convidados esperavam ansiosos pelo autografo e dedicatoria no livro, " Gostei dele ter destacado minha cidade, Divina Pastora, a santa veio de Servilha,ele pesquisou a fundo", diz Elenildes Menezes, professora e convidada do lançamento.

O livro está a venda nas livrarias Escariz, ao custo de R$20,00.É uma boa opção para quem deseja saber um pouco mais sobre a cultura e historia sergipana.
Por Fernanda Carvalho

Um comentário:

Unknown disse...

Adorei que fizesse esse livro. Muitos de outros estados veem aqui a sergipe, redicularizam nosso modo de falar e ainda nos consideram analfabetos, ao menos agora temos uma pesquisa para rumar a cara deles.