16 julho, 2008

Crianças movimentam biblioteca em julho

Atrações diferenciadas atraem público infantil no período de férias

A Biblioteca Pública Infantil Aglaé Fontes de Alencar promove durante todo o mês de julho uma programação especial para atrair o público infanto-juvenil. Nos dias 16, 18 e 23, no período da tarde, haverá apresentações teatrais, contação de estórias e o espetáculo circense “Sim Salabim”, da companhia O Mínimo. A entrada é gratuita.

Há um ano e três meses na direção do espaço, Claudia Stocker conta que sempre ocorrem atividades na biblioteca, mas neste mês, em especial, o público alvo foi outro: “A comunidade não costuma frequentar o espaço, ao contrário das escolas e entidades . Por isso, neste período de férias, focamos nossas atividades para atrair a comunidade em geral”, afirma.

Os acontecimentos do dia 10, início da programação de férias, podem indicar um avanço nesse sentido. Aproximadamente 60 pessoas assistiram à apresentação teatral do conto “Chapeuzinho Vermelho”, protagonizado pelos próprios funcionários da biblioteca. Stocker avalia a experiência como bem sucedida e espera mais visitantes para a apresentação do grupo de circo na quarta-feira, 16, que será realizado às 16 horas, no auditório da Biblioteca Pública Epiphânio Dórea.

Apesar das boas expectativas, o período de férias é de baixa frequência. Registrou-se no mês de junho apenas 118 visitas, e a causa principal é o início das férias, já que o público maior são as escolas. Em abril, no entanto, houve uma alta: 780 visitas, em decorrência da semana do livro infantil. Em média, a biblioteca recebe 500 pessoas no mês.

A diretora é otimista com relação a isso. “O volume de novos cadastros está crescendo. Com uma programação interessante, o visitante vem, conhece, vira sócio e passa a freqüentar. No dia 10, por exemplo, muita gente aproveitou e já fez a carteirinha para pegar livros”. A dinamização do espaço foi a chave para atrair a garotada e competir com outras distrações da atualidade, como o vídeo-game, a televisão e a internet.

Estímulo à leitura

A biblioteca vem passando por um processo de informatização de seu acervo e reformulação do espaço. Já são 5.250 livros lá dentro, que vão de obras de Monteiro Lobato às sagas de Harry Potter e O Senhor dos Anéis. A Gibiteca conta com 2.385 histórias em quadrinhos de várias épocas em suas estantes. As salas também receberam uma nova decoração.

A educadora Janete Neris se mostrou interessada pela programação e trouxe seus filhos para visitar o local, mas admite que essas visitas são raras. A pedagoga Tereza Neuma, mãe de dois filhos, também admite freqüentar pouco o local, mas reconhece a importância do hábito de ler. “Leitura é tudo, é vida, faz você viajar pelo mundo. Lá em casa esse hábito é natural, pois todo mundo gosta de ler. A escola e a família devem sempre estimular”, afirma.

Claudia Stocker explica que o público leitor infanto-juvenil em Sergipe é razoável. “Crianças entre 11 e 12 anos, em geral, gostam bastante de ler. Porém, quando ficam mais velhos, começam a ter outros interesses, como os namoros, e param de freqüentar o espaço”, diz a diretora.

Dessa forma, a biblioteca promove constantemente o Projeto de Leitura, com teatro de fantoches, apresentações, encontro com escritores, espaço reservado para desenho e contação de estórias para estimular o prazer de ler. Em agosto, mês em que são comemorados os dias do folclore e da pintura, a biblioteca promete uma programação especial para as crianças. Vale ressaltar que a biblioteca está aberta a doações de livros e revistas em quadrinhos em bom estado de conservação.

A Biblioteca Pública Infantil Aglaé Fontes de Alencar funciona de segunda à sexta, das 8h às 17h, e está localizada no prolongamento da Rua Leonardo Leite s/n, anexo à Biblioteca Pública Epifânio Dórea, no bairro São José.

Por Raquel Brabec

Fotos: Raquel Brabec

2 comentários:

claudinha disse...

Muito Boa a matéria Raquel, Parabéns!

Anônimo disse...

Parabéns para a Biblioteca Infantil e especialmente a Claudia que vem realizando um EXCELENTE trabalho!